sábado, 3 de novembro de 2018

Mensagens privadas de 81.000 contas hackeadas do Facebook estavam à venda

O conteúdo de mensagens privadas hackeadas de pelo menos 81 mil contas do Facebook estava sendo vendido on-line, segundo a BBC .

A violação foi descoberta em setembro depois que um dos hackers divulgou os dados roubados em um fórum. Os detalhes da mensagem foram obtidos depois que os usuários baixaram uma extensão de navegador mal-intencionada que, em seguida, extraía as informações de suas contas. Os hackers venderam o acesso às informações por 10 centavos por conta. O grupo disse à BBC que a “base de dados inclui 120 milhões de contas”, mas esse número não pode ser confirmado por especialistas externos em segurança cibernética.

A informação foi obtida através de extensões maliciosas do navegador

image

"Entramos em contato com os criadores de navegadores para garantir que extensões maliciosas conhecidas não estejam mais disponíveis para download em suas lojas", disse o executivo do Facebook Guy Rosen à BBC. Depois de ser notificado do hack, o Facebook entrou em contato com a polícia para remover as informações roubadas das plataformas em que foram publicadas.

Muitas das contas comprometidas foram originadas da Rússia e da Ucrânia, mas algumas também pertenciam a usuários nos EUA, no Reino Unido e em outros lugares. A BBC falou com vários usuários russos que tiveram suas mensagens roubadas. Os usuários tiveram fotos de um concerto Depeche Mode e eventos de férias roubados como parte do hack.

Este não foi o único hack significativo na plataforma nos últimos meses. Em setembro, o Facebook anunciou que hackers conseguiram obter detalhes privados de quase 30 milhões de contas ( originalmente estimados em 50 milhões ) por meio de uma falha no recurso “View As” da plataforma. Os hackers ainda precisam ser identificados.

Fonte: TheVerge, BBC

Postagens Relacionádas

Nenhum comentário:

Postar um comentário